16 de novembro de 2014

Hospital além dos brinquedos

Olá!

Nós amamos dolls e toys bonitinhos e nunca iremos parar de restaurar, claro, mas não queremos nunca perder de vista a questão social também que nos motivou a começar o trabalho. Para isso, fizemos uma grande lista de ações simples que qualquer um pode fazer além de consertar e doar brinquedos e bonecas.

  • Apóie ações locais.
    Descubra quais são as ONGs que existem na sua cidade ou região que recolhem brinquedos, alimentos, roupas ou produtos de higiene e distribuem para os mais necessitados. Colabore como puder - inclusive divulgando! Isso ajuda a aumentar a visibilidade e amplia a atuação de quem já começou a ajudar antes de você.
  • Doe uma peça de roupa sua cada vez que comprar uma peça nova.
    é um bom jeito de renovar o guarda-roupa a longo prazo e também ajuda a evitar compras impulsivas e armários cheios de itens sem uso.
  • Compre um pacote de ração para cachorros ou gatos e doe a um abrigo de animais ou grupos que ajudam bichos de rua e encaminham para doação.
    Se não quiser colaborar comprando comida, apóie esses projetos de auxílio aos animais nos bazares beneficientes - o dinheiro costuma ser usado para custear as cirurgias para animais que sofreram maus-tratos, que estão doentes ou que serão castrados, e tudo isso é bem caro.
Se você tiver como adotar um bichinho de um abrigo ao invés de comparar um animal em petshop ou com criadores, também é um gesto lindo e um ótimo jeito de ajudar ♥ fonte da imagem
  • Não deixe seus livros parados em casa.
    Sejam eles de fição ou livros didáticos, você pode emprestá-los aos amigos que querem ler uma nova história ou aos que precisam de algum reforço extra em alguma matéria. É um ótimo jeito de passar o conhecimento adiante! E se você realmente quiser praticar o desapego (e não se incomodar em esperar o livro voltar), simplesmente doe! Escolas públicas costumam aceitar doações mais facilmente. Muitos estudantes de escolas públicas poderiam se beneficiar de ter livros novos na biblioteca.
  • Elogie com frequência.
    Serve tanto para demonstrar apreço pelo esforço dos outros quando para fazer alguém sorrir. Às vezes as pessoas se sentem desanimadas e inseguras, e um elogio sincero pode ser tudo o que elas precisam para se animar novamente.
  • Escreva (à mão!) um recadinho agradecendo alguém que te ajudou recentemente.
    Pode parecer esquisito (por que alguém ainda enviaria um bilhetinho de papel quando temos o facebook, o whatsapp e mil outras coisas que podem ser usadas pelo computador ou celular?), mas justamente por ser tão diferente e ser algo palpável, vai fazer a diferença.
Aliás, agradeça sempre! Mesmo que não seja com recadinhos, demonstre sua gratidão. fonte da imagem aqui
  • Doe materiais escolares.
    Você pode comprar itens novos ou separar materiais antigos em condições de uso, limpando estojos e borrachas, arrancando as páginas usadas de caderno, encapando livros antigos e/ou cadernos com plástico transparente/contact para torná-los mais duráveis, apontando todos os lápis antes de doar... Não custa caro e pode ajudar muitas crianças no início do semestre e/ou ano letivo.
  • Visite algum parente que você não vê faz tempo, especialmente se você ainda tiver avós vivos.
    Eles com certeza irão apreciar o carinho, ainda mais se não morarem muito perto da família. Alternativamente, faça uma visita a algum amigo querido.
Seja uma chapeuzinho vermelho? hahaha ♥ imagem do tumblr
  • Faça alguns "kits de sobrevivência" e carregue consigo para distribuir a moradores de rua.
    O nome original dessa idéia de kits é "Blessing bags" - não achamos uma tradução ideal para a expressão "blessing bag", mas seria como uma bolsinha/saco/pacote de coisas boas e úteis. Essas utilidades incluem coisas como escova de dentes e creme dental, lencinhos de papel, escova ou pente, barrinhas de cereal (ou outros lanches de fácil consumo), garrafa de água mineral, curativos (tipo band-aid mesmo), algumas moedas, pares de meias... Obviamente isso não resolve o problema de quem mora nas ruas, mas alivia um pouco algumas necessidades básicas. Um exemplo dessas Blessing Bags pode ser visto nesse post no Tumblr.
  • Se você preferir doar diretamente a algum albergue, abrigo ou instituição, doe alimentos não perecíveis, e também comidas "preparadas" de consumo rápido (como biscoitos salgados ou doces, e barras de cereal) e garrafinhas de água.
  • Outros itens ótimos para serem doados (diretamente aos necessitados, para instituições ou através de idéias como o "amor no cabide") são cachecóis e roupas que aguentam bem o frio e chuva. Guarda-chuvas e sombrinhas inclusos.
Foto linda de um pouco de amor no cabide em Porto Alegre

Aqui temos apenas algumas idéias, mas a principal delas é "seja espontêneo(a) e livre". Essas ações são tanto para fazer o bem quanto para animar alguém - sua única motivação deve ser a de fazer outra pessoa feliz.

Então, por exemplo, quando nossas crianças vêem que estamos fazendo algo de bom para o mundo, elas aprendem gratidão, compaixão, amor e unidade. Gerações de indivíduos podem aprender, com isso, que a felicidade é uma escolha, mas que precisamos estar abertos e tomar atitures para ajudar a espalhar essa felicidade.

O mundo está evoluindo de tal forma que cada um de nós precisa tomar a responsabilidadde de criar e aumentar a "energia" positiva de todas as maneiras possíveis. Nós estamos transformando os jeitos antigos de se fazer as coisas em um jeito mais mais leve e mais amoroso de ser e de se viver. A coisa mais importante é transmitir seu amor ao mundo, não importando que forma esse amor terá.

Um simples ato aleatório de bondade pode facilmente se tornar algo revigorante tanto para quem dá quanto para quem recebe. Quando alguém decide ser generoso e fazer um ato assim de bondade pura, sem nenhuma expectativa de recompensa ou retorno, o que acontece é a manifestação de uma realidade mais plena, cheia de significado, que nos mostra que não estamos tão sozinhos assim, que estamos de certa forma unidos e conectados muito mais do que a gente percebe.

Trecho traduzido do Huffington Post

Esse textinho do final pode ser um pouco filosófico e metafísico e, mas encontramos um significado aí que mexeu conosco.
Algumas idéias do post foram tiradas desse post no Buzzfeed e pegamos um pouco de inspiração da maravilhosa tag "random acts of kindness" do tumblr (seria "atos de bondade aleatórios", numa tradução bem livre), mas muitas das idéias veio de experiência própria da Enfermeira.

Se você tiver alguma idéia de um "ato de bondade aleatório", sinta-se à vontade para colocar nos comentários também ♥ Esperamos que tenham gostado do post! Até mais~

2 comentários:

  1. Super bacana este teu post! Se cada um fizessem um pouquinho para ajudar o próximo este mundo seria bem melhor! ♥ Eu faço algumas dessas coisas mas acho que faço muito pouco ainda. ;-; Bjs enfermeira linda! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós gostaríamos de fazer todas essas coisas sempre (embora seja obviamente impossível), mas sabemos que se cada um tentar fazer alguma coisinha já é ótimo ^_^
      Obrigada pelo apoio ♥♥♥

      Excluir

Plugin de Posts Relacionados para WordPress, Blogger...